Listagem completa dos todos cadastrados


Dogue Alemão

Apelidado de "Apolo dos Cachorros", o Dogue Alemão é provavelmente o produto de duas outras raças magníficas, o Mastiff Inglês e o wolfhound irlandês. Seus antepassados eram usados como cães de guerra e cães de caça, assim, sua habilidade como caçador de animais grandes e ser destemido parecia apenas natural. Por volta do século 14, estes cães foram provando-se ótimos caçadores na Alemanha, combinando velocidade, resistência, força e coragem. O cão nobre tornou-se popular com a aristocracia rural, não só devido à sua capacidade de caça, mas também por causa de sua aparência de força embora graciosa.

Ela é uma raça alemã e em 1880 as autoridades alemãs declararam que o cão só deve ser referido como o Deutsche Dogge, o nome pelo qual ela ainda continua na Alemanha. No final dos anos 1800, O Dogue Alemão tinha vindo para as Américas. E rapidamente chamou a atenção, como faz até hoje. A raça atingiu uma grande popularidade apesar das dificuldades que existe em criar um cão gigante.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Burmês

Esta raça de gato é originária da Tailândia e de Burma (Myanmar), sudeste do continente asiático. Os primeiros exemplares da raça Burmese foram levados para a América à partir de 1930.

O Burmese, também chamado de gato Burmês, não deve ser confundido com o Birman, ou Birmanês, conhecido popularmente como gato Sagrado da Birmânia (Sacred Cat of Burma). Essas são duas raças distintas, o Burmês é um gato de pelagem curta e origem tailandesa, enquanto o Birmanês é um gato colourpoint de pelagem longa e origem francesa.

O Burmese é uma raça de gato inteligente, de médio porte, com pelagem curta e sedosa. É, sem dúvida, um gato muito sociavel, dócil com humanos e gosta de permanecer na companhia do seu dono.

O gato Burmês se adapta facilmente dentro de casa e a proximidade com a família o torna mais apegado e carinhoso. É um gato brincalhão, costuma se dar muito bem com crianças e cachorros.

Os olhos do gato Burmês apresentam coloração em tom de amarelo ou ouro. Seu miado é parecido com o do gato Siamês, porém mais doce e suave.

A pelagem da raça Burmese é brilhante e sedosa. A coloração era originalmente marrom-escuro (zibelina), mas anos de cruzamentos seletivos produziram uma grande variedade de cores.

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Teckel

A história do Dachshund (ou Teckel) é bastante antiga e segundo alguns historiadores, a raça surgiu há cinco mil, tendo sido encontrados seu nome e imagem gravados na tumba de um faraó. De qualquer forma, o primeiro registro seguro da raça aparece em 1561, num livro de gravuras onde o Dachshund aparece de maneira inconfundível em sua estrutura física. O primeiro registro oficial foi feito na Alemanha em 1888.

O Dachshund (cão texugo) foi desenvolvido por caçadores alemães que queriam um cão que fosse ao mesmo tempo ágil e resistente além de suficientemente pequeno para que pudesse entrar nas tocas de animais como os texugos, lebres e coelhos e trazê-los para fora ao alcance da mira do caçador. Além do corpo alongado e baixo, os caçadores precisavam de um cão com excelente olfato e muita determinação. Estava criado o Dachshund.

A medição do tamanho Standard, antes feita pelo peso (de 7 a 9 kg), passou a ser pelo perímetro do tórax (acima de 35 cm), sistema que sempre foi usado para o Miniatura (até 30 cm) e o Anão (de 30 a 35 cm). Esta medição é feita após os 15 meses de idade para evitar mudanças de raça por variações de peso.

Se, no início, o Dachshund era um valente e destemido caçador, hoje deixou, em grande parte, de lado suas antigas atividades e transformou-se num animal de companhia. Em função do seu tamanho é uma excelente opção para o grande número de pessoas que mora em apartamentos especialmente porque aprende com facilidade os hábitos de higiene. Adapta-se bem a locais pequenos e não é do tipo destrutivo que rói os móveis e come as roupas.

Inteligente, esperto e bastante brincalhão, o Dachshund é também um excelente cão de vigia. Sempre atento, ao menor sinal de aproximação de estranhos late bastante. É um excelente companheiro para crianças e brinca mesmo depois de velho.Convive de forma tranqüila com outros animais e com outros cães mas não foge de uma briga caso seja provocado.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Norwich Terrier

Cães lindos como Terrier Norwich são difíceis de encontrar. É uma pena que eles apenas vivem em torno de 14 anos. São membros do padrão FCI, no grupo 3, da seção 2, que são os Terriers de pequeno porte. Eles podem ser encontrados em várias cores, mas se destacam o preto e o castanho. Seus pelos são longos, duros, eretos e podem apresentar algumas manchas brancas.

Eles são considerados de pequeno porte, pois não passam dos 25 centímetros de altura, logo pesam em torno de 5 quilogramas. Sempre muito ativo e brincalhão, o Terrier Norwich adora ambientes grandes e espaçosos, como jardins e parques, pois pode correr bastante e jogar esportes com o seu dono

São bem pequeninos, com patas curtinhas e peludinhas, e dorso bem encurtado. Apesar disso, eles não são tão frágeis como se pensam! são fortes em questão muscular e de ossos, apresentando um corpo compacto e bem resistente às adversidades do dia a dia.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Fox Terrier

Fox Terrier é uma raça de cão médio-pequeno, originária da Inglaterra. O tamanho do macho varia entre 37 e 40cm e pesa geralmente 8 quilos. A femêa é ligeiramente mais baixa e pesa aproximadamente 7 quilos.

O Fox Terrier é um cão forte, inteligente, destemido, ativo, afetuoso e acima de tudo muito amigo e protector do seu dono. Apesar de muito amigo do dono, isso não significa que seja cão de um dono só, pois integra-se muito bem com a família toda, mas acata melhor as ordens de quem lhe impõe disciplina e as regras do que quem lhe dá carinho.

É um cão com tendência para a guarda e a defesa. Como possui enorme energia, é quase impossível que ele consiga ficar parado cinco minutos seguidos. É indicado para uma familia com tempo para o exercitar, passear e brincar, pois é um forte desportista, se for deixado muito tempo sozinho pode tornar-se destrutivo, estressado e muito barulhento.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Apistograma Cacatuóides

Nome: Apistograma Cacatuóides
Nome Científico: Apistograma Cacatuoide
Origem: América do Sul
Tamanho adulto: 10 cm
PH: 6,7 a 8,0
Aquário Recomendável: 30l

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Scottish Fold

Conhecido por suas orelhas dobradas para frente e por ter o hábito de dormir de barriga para cima, o Scottish Fold é um gato de porte médio e temperamento amável.

O gato Scottish Fold é carinhoso e muito inteligente e a raça apresenta comportamento equilibrado. É um gato brincalhão, porém mia pouco e não é excessivamente agitado.

As orelhas do gato Scottish Fold são pequenas e podem apresentar uma dobra para frente, característica típica da raça.

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Basenji

Basenji é uma das poucas raças desenvolvidas na África, existem registros de cães semelhantes a esta raça em antigas tumbas egípcias, a raça foi levada à Europa em 1934 para ser usado como cão de companhia. É um cão de porte médio, entre 40 e 42 cm. Pesa cerca de 9,5 a 11 kg. Tem pêlo curto e sedoso, geralmente arruivado com manchas brancas. Alegre e afetuoso, demonstra grande paciência com as crianças.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Setter Irlandês Ruivo

Por sua pelagem exuberante e porte aristocrático o Setter Irlandês é considerado como sendo uma das mais belas raças da cinofilia, o que lhe garantiu sempre uma presença marcante nas exposições caninas. A primeira exposição realizada em Birmingham em 1860 teve como vencedor um Setter Irlandês.

Mas nem só de beleza vive o Setter. A raça foi desenvolvida primordialmente para a caça, esporte para o qual ele está extremamente bem preparado, com um faro excepcional e grande velocidade, o que facilita o trabalho de procura da caça. Na função de caçador, o que caracteriza o Setter é a forma pela qual ele indica a existência da caça. Ele sentava e esperava a chegada do seu caçador. Daí vem o nome da raça, apropriando-se do verbo em inglês "to set" (destacar, apontar, designar, prender, FICAR FIRME, tender).

O Setter é um cão cuja maior característica é a energia. É um cão sempre disposto à atividade e extremamente brincalhão. Adapta-se facilmente à presença de crianças e é considerado praticamente incansável, mesmo quando está exercendo suas atividades como caçador.

Muito leal ao dono, o Setter é um cão que precisa de exercícios sempre e o seu confinamento pode trazer à tona todo o potencial destrutivo do cão, por isso não se pode dizer que seja um cão que se adapte à vida em um apartamento.

Por sua função na caça, em estreita relação com o homem, os Setters são cães mansos mas, ao mesmo tempo, podem funcionar como cães de alarme, uma vez que costumam latir para ruídos suspeitos.

A lealdade característica da raça tornou-se notícia quando, uma Setter especialmente adestrada em um centro de treinamento para cães que moram com doentes, em Nova Jersey, nos Estados Unidos, ao ouvir o alarme que indicava problemas com o aparelho de oxigênio, que controlava a respiração da norte-americana Judi Bayly, tirou o telefone do gancho e pressionou a tecla programada para discar o número dos bombeiros locais. Com seus latidos, acionou uma equipe de paramédicos que chegou ao local em poucos minutos, salvando a vida de sua dona.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Border Collie

Border Collie é um cão de pastoreio e trabalho, desenvolvido pelos britânicos há mais de cem anos. É uma raça portanto relativamente jovem, mas nem por isso suas origens são precisas, isso porque seus ancestrais já exerciam suas funções desde o século XIV. Os primeiros indícios da formação do Border Collie datam de 1570, quando os primeiros exemplares começaram a ser descritos.

O desenvolvimento do Border Collie, ao contrário do que aconteceu com muitas raças, sempre foi pautado por suas características de trabalho, ou seja, acasalavam-se os exemplares com melhor desempenho para as funções específicas sem tanta preocupação com o seu tipo físico. Talvez seja por isso que até hoje os Borders conservem como principal característica física a aparência rústica.

O Border é, antes de mais nada, um trabalhador. Desenvolvido para o trabalho, pode ser considerado por muitos um workholic. Sua principal característica – pela qual foi selecionado durante tantos anos – é a capacidade de lidar especialmente bem com rebanhos. Em seu país de origem, estima-se que 98% de todas as propriedades rurais utilize cães para auxiliar no trabalho com o rebanho, e grande parte destes cães são borders.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Shar Pei

No passado esse excelente caçador de javalis e guardador de rebanhos, era também utilizado para combates, esporte extremamente popular na China. Sua pele "solta" dificultava o abocanhar dos adversários de combate e há quem diga que eram utilizadas drogas para instigar sua agressividade, já que se trata de um cão afável e dócil.

Devido à política chinesa de cobrar altos impostos sobre os proprietários de cães e promover verdadeiras matanças de cães, o Shar Pei correu sério risco de extinção, chegando em 1974, a figurar no Livro Guiness dos Recordes como o cão mais raro do mundo. Sua extinção só foi evitada devido ao trabalho de preservação iniciado pelos americanos na década de 70, e assim suas características de "lutador" foram também substituídas por suas virtudes de cão de companhia.

De aparência exótica e bastante singular, é um cão compacto, ágil e forte, caracterizado pela pele solta que forma pregas pelo corpo. Tem orelhas pequenas e retangulares, dobradas em direção aos olhos. Sua cauda é vertida em direção ao tronco e sua pelagem é curta e eriçada.

Parece estar sempre um pouco "triste", mas é um cachorro alegre e que se adapta bem à casa. Tranquilo e leal, tem particular facilidade em se relacionar com as crianças. Que o diga Xuxa, a "Rainha dos Baixinhos", que na década de 80, lançou até uma música "Meu Querido Xuxo", e Xuxo era justamente o seu Shar Pei.

Em 1994, Federação Cinológica Internacional (FCI) promoveu diversas alterações no padrão da raça, e a mais importante foi justamente a "redução" das pelancas do cão adulto no tronco e no dorso. Segundo o novo padrão, as pelancas devem se concentrar na cebeça e no pescoço. Foram alteradas ainda as proporções de peso e altura do cão. Na versão antiga do padrão da raça estabelecia-se que a cabeça deveria ser bem grande em comparação com o resto do corpo, o que pelo novo padrão da raça é desabonador, assim como o excesso de peso e de altura.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Periquito Maracanã

Nome Popular: Periquito Maracanã, Aratinga Maracanã, Aratinga-de-bando, Maricatã, Maritaca
Nome Científico:Aratinga leucophthalma
Distribuição: América Latina
Família: Psittacidae
Tamanho: 30 a 32 cm
Cores: plumagem verde-bandeira com pequenas manchas vermelhas no pescoço e nas asas
Tempo de Vida: até 30 anos se bem cuidado

Esta simpática e adorável ave é muito comum no Brasil e gosta de viver em grandes grupos quando se encontra em seu habitat natural. Eles são facilmente vistos tanto em florestas quanto em cidades, escolhendo tocos de árvores, paredes ocas e até telhados para moradia. Muito apegados uns aos outros, até na hora de dormir procuram estar juntos.

Quando estão na época de gestação no entanto, são discretos e só saem de seu lar à noite e em silêncio, para não chamar a atenção. Nesta época os casais se isolam para criar seus filhotes e a exemplo dos demais de sua espécie, botam os ovos direto no subsolo, sem a necessidade de ninhos, seja em cativeiro ou livres.

Vale lembrar também que não há diferenciação entre os sexos aparente. Apenas um médico veterinário, por meio de exames de sangue pode dispor da informação.

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Espada

Nome: Espada
Nome Científico: Xiphophorus helleri
Origem: América Central
Tamanho adulto: 10 cm
PH: 7,0 a 7,5
Aquário Recomendável:30l litros

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Platy

Nome: Platy
Nome Científico: Xiphophorus maculatus
Origem: América Central
Tamanho adulto: 6 cm
PH: 7,0 a 8,0
Aquário Recomendável:60l

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Setter Inglês

A história mais aceita para a origem do Setter Inglês é que eles tenham sido originados inicialmente a partir do cruzamento de spaniels espanhóis e pointers franceses, sendo utilizado como cão de apoio na caça com o uso de redes de chumbo, ao invés dos falcões, o que pode explicar sua maneira características de ´apontar´ a presa. Apesar deste passado remoto, o Setter Inglês deve sua evolução e aparência atual, ao trabalho do inglês Edward Lawerack, que a partir do século XIX desenvolveu um programa de criação e consolidou a raça como conhecemos hoje.

O Setter Inglês pode ser considerado como o ´gentleman´ entre os cães apontadores e entre os Setters (Inglês, Irlandês e Gordon), é sem dúvida o mais tranqüilo e com temperamento mais estável.

Uma das principais características da raça é sua extrema docilidade e grande apego à família. Justamente por esse apego, não costumam adaptar-se bem a longos períodos de solidão ou mesmo à vida confinada num fundo de quintal sem convivência estreita com o dia-a-dia de sua família. Especialmente no convívio com crianças, mostra-se capaz de suportar praticamente qualquer brincadeira com a mesma paciência e disposição.

Na prática da caça, apesar de poder atuar em diversos terrenos e na caça a animais de pelo ou aves, o setter inglês é especialmente adequado para a caça de aves em planícies de vegetação rasteira. Possuem um esquema de busca da caça que cobre o terreno num zigue-zague, sempre à frente do caçador, mas não tão longe deste quanto o setter irlandês.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Papagaio

Nome Popular: Amazona de Testa Azul
Nome Científico: Amazona aestiva
Distribuição: sudoeste do Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina
Família: Psitacidae
Tamanho: aproximadamente 37 cm
Cores: corpo predominantemente verde com penas de borda preta. A cor da cabeça apresenta tons de azul e amarelo, podendo haver alguns exemplares salpicados de vermelho e verde.
Tempo de Vida: até 50 anos

O nome correto do popular papagaio é Amazona de Testa Azul, também conhecida como Papagaio Verdadeiro ou Papagaio Baianinho. A ave possui temperamento dócil e não apresenta diferenças visíveis entre machos e fêmeas. De bico resistente, o animal não deve ser criado juntamente com outras raças e também não tolera mudanças bruscas de temperatura.

Monogâmicas, atingem a maturidade sexual aos três anos e botam de dois a quatro ovos por gestação, a família é famosa por sua longevidade. Em boas condições físicas, o animal pode viver até 50 anos.Na natureza, podem ser encontradas em bandos em florestas tropicais. Sua alimentação deve ser à base de sementes e frutas com o objetivo de evitar a obesidade.

Muito inteligentes, as Amazonas de Testa Azul desenvolvem rapidamente a capacidade de imitar a voz humana.

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Mastiff Inglês

Um poderoso cão de guarda, o Mastiff é considerado uma raça tradicionalmente inglesa mas há registros de que cães do tipo mastiff já existiam na Grã Bretanha durante a época da invasão romana. No entanto, exemplares foram re-importados para a Inglaterra após a Segunda Guerra Mundial, face a quase extinção da raça. Seus antepassados devem ser buscados entre os mastins assírios, descendentes por sua vez do grande Mastim Tibetano.

O Mastiff Ingês é um cachorro de trabalho e já foi usado para inúmeras funções em outros tempos: na caça, na guerra, para guarda pessoal e patrimonial. Hoje, é essencialmente um cão de guarda e de defesa. A cinofilia lhe tem grande estima, tanto por seus dotes estéticos como pelas qualidades psicofísicas.

A pesar de sua força, é um cahorro amoroso e tranquilo com a sua família. É desconfiado com estranhos e sabe utilizar de sua ferocidade se for obrigado a atacar. É sem dúvida, um cachorro de porte grande, volumoso, vigoroso e simétrico. É uma mistura de força, coragem, bom humor e docilidade, combina grandiosidade com boa natureza. O Mastiff tem um nariz largo, olhos pequenos e afastados, de cor avelã. As Orelhas são pequenas, finas ao tato. A cauda da raça Mastiff tem implantação alta, é larga na raiz e vai se afinando até a ponta.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Schnauzer Gigante

O Schnauzer Gigante, assim como o Miniatura (ou Anão) foi desenvolvida a partir do Schnauzer Standard (ou médio) e reconhecida como raça independente em 1895.

A teoria mais aceita é de que o Schnauzer Gigante é o fruto de acasalamentos direcionados entre o Schnauzer Standard com cães pastores de grande porte e a versão antiga do dogue alemão, que habitavam a região em que hoje se situa a Alemanha com o objetivo de produzir um cão que fosse hábil condutor de rebanhos bovinos e atuasse também como pastor de ovelhas além de, devido ao seu tamanho, pudesse servir também como um cão de guarda.

O Schnauzer Gigante aprende com facilidade e deve ser corretamente socializado para que possa exercer sua função de guarda de maneira equilibrada e confiável. Como cão de guarda, trata-se de um cão que leva muito a sério a defesa de seu território e que guarda, normalmente, uma atitude bastante reservada com estranhos. Segundo o ranking de inteligência do livro ‘A Inteligência dos Cães’ de Stanley Coren, o Schnauzer Gigante está na 28a posição no ranking geral de inteligência para o trabalho.

Seu instinto de guarda é bastante aguçado e, normalmente, não é necessário nenhum treinamento específico para que exerça adequadamente sua função. No entanto, até em função de seu porte e personalidade forte, é muito recomendado que seja adestrado para educação básica desde cedo, tornando-se um cão controlável e, desta maneira, mais eficiente. Seu estilo territorialista também dificulta que conviva com outros cães do mesmo sexo.

O mesmo alerta vale para o seu relacionamento com as crianças e outros cães: especialmente devido ao seu tamanho, não se recomenda que seja deixado sozinho com crianças pequenas, uma vez que, sem querer, podem machucar

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Neon Cardinal ou Tetra Cardinal

Nome: Neon ou Tetra Cardinal
Nome Científico: Paracheirodon axelrodi
Origem: Bacia Amazônica
Tamanho adulto: 5 cm
PH: 6,8 a 7,0
Aquário Recomendável:30l

Deixe o seu comentário

 

Fechar

Setter Gordon

A origem do Setter Gordon é cercada por controvérsias e perde-se no tempo, uma vez que são cães antigos e cujo desenvolvimento racial é difícil de estabelecer dada à falta de dados precisos sobre as raças que foram utilizadas para sua formação. A teoria mais aceita para a origem dos Setters é que eles tenham sido originados inicialmente a partir do cruzamento de spaniels espanhóis e pointers franceses, sendo utilizado como cão de apoio na caça com o uso de redes de chumbo, ao invés dos falcões, o que pode explicar sua maneira características de ´apontar´ a presa. Diversos caçadores em diversas partes das Ilhas Britânicas passaram a desenvolver suas linhagens com as mais variadas cores e aceita-se que na Escócia eram desenvolvidos cães de pelagem preto-afogueada. Outros acreditam que tenha havido o cruzamento de Pointer ou do Grand Spaniel Continental e até mesmo do Bloodhound.

O Setter Gordon é considerado o maior e ao mesmo tempo, o menos popular dos settters, o que também acontece no Brasil, onde é normalmente utilizado como cão de companhia.

No campo, mostra uma excelente disposição e um faro invejável. Os amantes da caça e da raça são unânimes em afirmar o quanto a raça é capaz, com instintos muito preservados e uma ´parada´ natural e segura. Uma vez que foi desenvolvido para não apenas apontar a caça mas também trazê-la ao caçador, tem uma enorme facilidade em nadar, no que é ajudado pela força muscular.

Nível de Energia
Necessidade de Exercícios
Gosto por Brincadeiras
Carinhoso
Facilidade de Adestratemnto
Apdidão para Cão de guarda
Convivio com outros Cães
Resistente ao Calor
Resistente ao frio
Relação com Crianças

Deixe o seu comentário

 

Fechar